Os 5 Erros Mais Bobos que Iniciantes Cometem em Leilões de Carros

O artigo de hoje é dedicada a todos que estão querendo iniciar os trabalhos no mercado de leilões de carros e motos. Separamos algumas dicas valiosíssimas para a hora de arrematar aquele lote tão esperado de forma segura. Esses são os 5 principais erros bobos que todo mundo que começou do zero sem pesquisar cometeu:

#1) Achar que vai vender um veículo pelo preço da tabela Fipe

A Tabela Fipe é uma pesquisa de preços médios de veículos anunciados. Muita gente se ilude pensando que conseguirá revender seu veículo pelo valor encontrado nessa tabela. Como ela não considera o menor preço, a média fica distante da realidade das negociações. Na nossa experiência, o modelo que funciona é considerar o preço de venda como o MENOR anunciado em sites como Webmotors e iCarros.

#2) Não considerar custos extras “escondidos” no Edital

Além da tradicional comissão de 5% do leiloeiro, muitos leilões cobram taxas administrativas e diárias do pátio do vencedor do lançe. É fundamental a leitura atenta do Edital para entender a forma de cobrança desse tipo de taxa e também quem é responsável por pagar os débitos que o carro ou moto possam ter (exemplo: dívidas com IPVA ou licenciamento…).

#3) Comprar pela internet sem vistoria

Muitas vezes preços e descontos gigantes oferecidos por leilões na web fazem iniciantes agirem por impulso e arrematarem um veículo sem fazer uma vistoria presencial do bem. Para participantes experientes, que conhecem o perfil de mercadorias de um leiloeiro e que tipo de informação é colocado ou não no site (como avarias, batidas, motor sem teste), arriscar um lance sem ter visto o veículo pode não trazer prejuízo. No entanto, essa prática não é indicada para quem quer começar neste mercado, existem várias dicas para quem está começando como as que colocamos neste artigo sobre Como Inspecionar um Carro Antes do Leilão.

 

Quer vender seu carro de leilão? É fácil, é Grátis!!

Anuncie agora em nosso portal de veículos www.meucarrodeleilao.com.br

#4) Não levar cheque pra fazer o lance ou não se cadastrar

Da mesma forma que leiloeiros colocam despesas no Edital, existem algumas exigências para a sua habilitação, isto é, ter a possibilidade de dar um lance. Alguns leilões exigem um pré-cadastro que pode incluir cópias de documentos pessoais (RG, CPF, comprovante de residência…) enquanto outros exigem o pagamento de um sinal por cheque quando o lance é finalizado. Se você der o lance e não estiver munido de um cheque bancário próprio, corre o risco de, além de perder a oportunidade, ser banido de participar naquele leilão nas próximas ocasiões.

#5) Achar que participar de leilões não dá trabalho

Investir em leilões não é uma aplicação financeira como a caderneta de poupança, em que você coloca o dinheiro e no fim do mês eles te pagam. O ciclo de pesquisar, comprar e vender te consumirá tempo, é como um outro trabalho. Se você não gosta de carros e negociação, pode se frustrar. Se você gosta, vai curtir e lucrar. Esse é um dos principais motivos de surpresa dos iniciantes, só porque você está comprando um bem abaixo do valor de mercado, não significa que será fácil ganhar dinheiro. Você terá que fazer uma manutenção, limpeza, regularização da documentação, atender muitos potenciais compradores, negociar a venda para então receber.

Depois de todas essas dicas valiosas, você se sentiu mais seguro para entrar de cabeça no mercado de leilões de veículos?

Já conhece nosso treinamento Predador de Leilões? Usamos há mais de sete anos para lucrar e garantir nossa renda extra. Clique na Barra abaixo e se torne um Predador de Leilões!

botao-2